Categorias
Sem categoria


AULA PÚBLICA da UNEafro

Data: 15 de Outubro, a partir das 11 h

Local: Rua Barão de Itapetininga, na esquina com Av. Ipiranga – Centro de São Paulo

TEMA: “Em defesa da Educação Pública e contra o racismo”

Acesse: www.uneafrobrasil.org

Compareça!

Categorias
Sem categoria

PSOL COMEÇA DISCUSSÃO SOBRE ELEIÇÕES

Há um ano das eleições de 2010, o PSOL em Poá iniciou no último domingo, dia 4, debates sobre o pleito eleitoral. A medida tem como objetivo alavancar a discussão sobre a participação do partido no processo.

De início, a executiva municipal se pôs contrária à forma como a campanha presidencial foi antecipada. “O presidente Lula desde o início do ano já faz campanha para a eleição de Dilma (PT), isso não podemos aceitar”, disse Carlos Datovo, presidente do diretório de Poá. Por outro lado, “a oposição de direita faz campanha com seus possíveis candidatos, Serra ou Aécio Neves” (PSDB), completou Leandro de Jesus, secretário do partido.

Diversos pontos foram elencados como prioritários para discussão: eleição presidencial; coligações; lançamento de candidatos no município; apoio a companheiros candidatos; financiamento de campanhas; conjuntura local.

O debate continuará na reunião marcada para o dia 18/10. Em âmbito municipal, é forte o desejo por lançamento de candidatos a deputado estadual ou federal.

Em 2006, três companheiros ajudaram no coeficente eleitoral do partido. Carlos Datovo, Prof Rose e o Bombeiro Quirino foram candidatos e obtiveram expressiva votação na cidade.

Categorias
Sem categoria

PARLAMENTARES DO PSOL SÃO DESTAQUES EM ELEIÇÃO


Proporcionalmente, os melhores índices são do Psol e do PCdoB

Sylvio Costa e Edson Sardinha

Proporcionalmente, Psol e PT foram as bancadas mais bem avaliadas. A primeira teve todos os seus quatro parlamentares (um senador e três deputados) citados pelos jornalistas. A segunda, metade de seus 90 integrantes. O mesmo ocorreu com o PHS, que teve um de seus dois representantes lembrado na votação. O PSB e o PCdoB também se destacaram com quase metade da bancada votada.

PSDB e PDT vieram em seguida, respectivamente, com 43,05% e 32,14% dos integrantes de suas bancadas destacados pelos profissionais de comunicação.

Mas os resultados permitem uma análise que vai além do aspecto meramente partidário para entrar também no campo ideológico. É uma área nebulosa, sabemos bem.

De qualquer maneira, admitindo como…

partidos de esquerda ou de centro-esquerda PT, PSB, PDT, PCdoB, Psol, PV e PPS;

partidos de direita ou de centro-direita DEM, PP, PTB, PR, PHS e PSC; e

partidos de centro PMDB, PSDB e PRB, chegamos à conclusão de que a esquerda e a centro-esquerda têm as bancadas mais bem avaliadas pelos jornalistas políticos de Brasília.

Os números: a esquerda e a centro-esquerda tiveram 86 (44,55%) de seus 193 congressistas citados pelos jornalistas; os partidos conservadores – de direita ou centro-direita – receberam citações para 39 (19,02%) de seus 203 representantes no Congresso citados; e os partidos de centro tiveram 62 (33,51%) dos 185 nomes no Parlamento citados.

Dos 19 partidos com representação no Congresso, três não tiveram nenhum parlamentar citado pelos jornalistas: PMN, PTdoB e PTC.

Veja a lista integral dos citados pelos jornalistas no Google-Docs.

Você encontrará lá um perfil, por partido e estado, dos 27 deputados e 11 senadores selecionados para a votação na internet, isto é, a segunda e decisiva fase do Prêmio Congresso em Foco, iniciada ontem.

Abaixo, outros números interessantes sobre o perfil partidário dos parlamentares mencionados pelos jornalistas:

Deputados mencionados pelos jornalistas (total de votos por partido)

PT – 177 votos (26,22%)
PSDB – 93 (13,78%)
Psol – 79 (11,70%)
PSB – 76 (11,26%)
PMDB – 58 (8,59%)
PCdoB – 57 (8,44%)
PV – 48 (7,11%)
DEM – 43 (6,37%)
PDT – 15 (2,22%)
PPS – 8 (1,19%)
PR – 7 (1,04%)
PTB – 5 (0,74%)
PP – 4 (0,59%)
PSC – 4 (0,59%)
PHS – 1 (0,15%)

Senadores mencionados pelos jornalistas (total de votos por partido)

PSDB – 181 votos (19,13%)
PT – 169 (17,86%)
DEM – 159 (16,81%)
PMDB – 146 (15,43%)
PV – 89 (9,41%)
PDT – 77 (8,14%)
PSB – 54 (5,71%)
PP – 16 (1,69%)
Psol – 15 (1,59%)
PTB – 14 (1,48%)
PR – 14 (1,48%)
PRB – 5 (0,53%)
PCdoB – 5 (0,53%)
PSC – 2 (0,21%)

Total de votos por partido nas duas Casas do Congresso

PT – 346
PSDB – 274
PMDB – 204
DEM – 202
PV – 137
PSB – 130
Psol – 94
PDT – 92
PCdoB – 62
PR – 21
PP – 20
PTB – 19
PPS – 8
PSC – 6
PRB – 5
PHS -1

Percentual dos integrantes de cada bancada votados pelos jornalistas

Psol – 100%
PT – 50,00%
PHS – 50,00%
PSB – 48,38%
PCdoB – 46,15%
PSDB – 43,05%
PDT – 32,15%
PV – 28,57%
PMDB – 27,77%
PTB – 23,33%
PPS – 23,07%
DEM – 22,85%
PRB – 20,00%
PSC – 20,00%
PP – 12,5%
PR – 14,58%

fonte: http://congressoemfoco.ig.com.br