Categorias
Sem categoria

STF: CONSTITUCIONALIDADE DO SONHO

STF: CONSTITUCIONALIDADE DO SONHO

Luanda Kamau Guilherme Belchior, minha filha,

Negra, como a maioria das crianças brasileiras,
Olhe para o futuro… Vislumbre o país que recomeça hoje e que

Graças a luta de nossos antepassados

Graças a nossa luta de hoje e

Graças a sua luta futura,

Será um pais melhor, muito melhor!

Nas palavras do Ministro Ayres Britto, Presidente do STF:

“O Brasil ganha hoje mais um motivo para olhar para o espelho da história e não corar de vergonha”.

Estuda Lua… estuda e luta!

Temos muito que fazer.

Cotas para negros/as em universidades são Constitucionais!

Nossa luta continua, agora com armas mais poderosas.

Conquistamos um precedente para a utopia!

Parabéns ao povo brasileiro!

Douglas Belchior

Professor de História e Sociologia da Rede Pública Estadual de SP
Membro do Conselho Geral da UNEafro-Brasil

Facebook: Douglas Belchior

Categorias
Sem categoria

PM mata jovem de 17 anos na COHAB 2 de Itaquera

Nosso povo sofreu nesse sábado, dia 14 de abril, mais uma baixa. O jovem negro Yago Batista dos Santos, de 17 anos de idade foi brutalmente assassinado por um disparo vindo de dentro de uma viatura da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Confira o texto de Beatriz Lourenço do Nascimento, militante do Comitê Contra o Genocídio da População Negra e da UNEafro sobre o caso:

14 de Abril de 2012, enquanto acontecia mais uma reunião do comitê contra o genocídio da população preta, mais um episódio que ilustra nossa pauta se concretizava.

No nosso caso, a ilustração pode ser entendida como mais um episódio do horror diário que vive a juventude preta. Mais uma vez tenho medo de me perguntar se isso um dia vai acabar. Respiro, concluo que esse modelo de sociedade não sobrevive sem a brincadeira diária de polícia e ladrão, de perseguidor e perseguido, do vivo morto.

Hoje, nós pretos morremos um pouco. Amanhã, estaremos mais mortos. E quando a vida se findar de fato, já estaremos mortos há tempos. Como resistir a tudo isso? Ou melhor, como resistir a isso se não nos colocarmos ao lado do nosso povo. Que a gente não se engane, a linha de frente da luta pela resistência negra não são nossas organizações do Movimento Negro. A linha de frente não é o militante. A linha de frente é esse pretinho que morre hoje. Não me atrevo a desqualificar nenhuma entidade do Movimento Negro, ao contrário, reconheço o quanto são fundamentais, por existir. A reflexão é outra.

É que a gente reconheça nossas feridas de morte, se encape da luta, se atire na frente, e se for preciso, que deixemos que atirem em nós. É de entender que o nosso espaço é fundamentalmente ao LADO ( e não a frente) dos nossos irmãos.

Pra além do pessoal, fica a angústia de alguém que sabe que amanhã morre mais um pouco. E tem medo (e é medo mesmo) de se perder, de se esconder da dor, e arranjar qualquer tipo de subterfúgio, pra fingir que não tá morrendo.

13 de Maio é logo aí, amanhã talvez. 13 de Maio é dia de lembrar que nada nos foi concedido, que tudo nos foi roubado, e que ainda assim, resistimos. E que a ferida tá aberta, que ela arde, mas quem vai ter que fechá-la, somos nós. Por nós.

Veja abaixo algumas notícias sobre o caso:

G1:  PM mata adolescente, e moradores bloqueiam rua em protesto em SP
Agora: PM mata adolescente com tiro em Itaquera e é preso
CBN: Adolescente morre após ser baleado no ombro por um PM em Itaquera
Agora São Paulo: Família e amigo de adolescente morto em SP contestam versão da PM
Terra: Governo de SP vai indenizar família de homem morto por PM

Os moradores, familiares e amigos de Yago estão organizando uma manifestação pacífica que será na missa de sétimo dia, no proximo sábado. Informaremos aqui os detalhes assim que possível. Caso você tenha alguma informação sobre deixe nos comentários para divulgarmos.

Nenhuma violência contra o nosso povo deve ficar sem respostas!
Basta de racismo!
Nosso povo quer viver!

Categorias
Sem categoria

Só pra Lua de hoje

Nenhuma novidade: atrocidades

Boa notícia? Só gemidos de dor.
Água limpa, no fim. Oásis pra alguns…mundo a parte.
Pedidos aos montes: “Por Favor…”, “Pelo Amor…”

E lágrimas
E sangue
Tecnologias: fantásticas
Sensação de liberdade… reciprocidade: “Pega Ladrão!!!”
Corri, Corri, Corri…
Mas eles ainda estão aqui… no meu cérebro, no meu coração,
Na minha alma…
Agonia do Caralho… Porra… falaram que esse tal Jesus salva!
Tenho um sorriso guardado aqui…
Peraí…
Deixa eu ver… cadê… Aqui!
Só tem um…e é pra você Lua
Lua cheia…enorme… Lua de agora
5 de abril 2012
Me leva embora!



Douglas Belchior

Professor de História e Sociologia da Rede Pública Estadual de SP
Membro do Conselho Geral da UNEafro-Brasil

Facebook: Douglas Belchior

Email: [email protected]