Categorias
Agenda Mulheres O quê que tá pegando?

Projeto social Plano de Menina realizará formatura para garotas que participaram da iniciativa neste ano 

Neste sábado, 20, das 14h30 às 19h45, o projeto Plano de Menina realizará a formatura das alunas que participaram da iniciativa durante este ano. A celebração irá acontecer na EBAC – Escola Britânica de Artes Criativas e terá influenciadoras digitais e artistas embaixadores do projeto como Eliane Dias – empresária do Racionais MC, Rayza Nicácio – Youtuber, Isabella Trad – Digital Influencer, entre outras meninas e mulheres poderosas.

Além disso, a organização do projeto apresentará ao público o mini documentário “#MeDáLicença”, que conta a história de meninas que por meio da autoestima resgatada se reconhecem como potência e se encorajam a realizar seus planos e ocupar espaços, e do Instituto Plano de Menina.

Com entrada gratuita, a formatura terá palestras, apresentações musicais, comidinhas, workshops e painéis.

 

Conheça o projeto Plano de Menina

Com o objetivo de lutar pelo direito das meninas e da equidade de gênero no Brasil, o projeto social vem atuando desde 2016 na construção de oportunidades para meninas, especialmente das comunidades de São Paulo. O Plano de Menina foi criado pela comunicóloga e jornalista Viviane Duarte, mulher brasileira, que cresceu nas periferias de São Paulo e depois de conquistar seus espaços na sociedade e realizar seus planos, entendeu que era hora de voltar sua atenção às meninas que ela fora um dia. “Nascer em periferias da cidade e sem privilégios para ocupar espaços importantes na sociedade é bastante cruel, especialmente para meninas. Eu nasci num lar de mulheres fortes e a educação e sorte me fizeram “hackear o sistema” que insiste em criar muros ao invés de pontes. O Plano de Menina nasceu com o objetivo de proporcionar às meninas oportunidades de serem protagonistas de suas histórias, independentemente de onde elas tenham nascido”, afirma a idealizadora do projeto.

O projeto também conecta meninas a oportunidades de emprego e cursos profissionalizantes, além de bolsas de estudo em universidades. “Vejo muitos projetos e instituições importantes com foco em advocacy, que também é um de nossos pilares de extrema importância, porém, é preciso se conectar e estar com as meninas no corpo a corpo, além de fazer lobby em Brasília para mudar leis, temos de mostrar às meninas que elas não estão sozinhas e é exatamente isso que fazemos com o Plano de Menina”, conclui Viviane Duarte.

https://youtu.be/k2xB5UpmISk

Categorias
Agenda O quê que tá pegando? Política

Aula Pública: No país da escravidão, de que fascismo falamos?

Em um país fruto de quase 400 anos de escravidão, as ideologias e valores da opressão social carregam necessariamente a carga do que o constitui historicamente. Vivemos a ascensão do fascismo, é verdade. Mas que fascismo é esse? O que o caracteriza? Como derrotar Bolsonaro nas urnas e dar continuidade ao projeto politico do povo negro? Vamos conversar e pensar ações diretas para fazer avançar direitos do povo negro e do povo trabalhador? Bora se ver e lutar juntes!

Para abordar coletivamente o assunto, nesta quinta-feira, 18, a partir das 19h, no Teatro Oficina em São Paulo, ocorrerá uma aula pública sobre a relação do fascismo com a escravidão. O evento terá a participação de importantes representantes do movimento negro.

Douglas Belchior explica a relevância desse tipo de iniciativa durante a atual situação política do Brasil. “O ato é um momento importante para reflexão sobre os aspectos do fascismo crescente no Brasil, mas é também um momento de agitação, animação da militância pra ir pra rua virar votos para Haddad, afinal, só tem uma forma de derrotar Bolsonaro: Levar Haddad à vitória!”, diz o historiador.

Confira abaixo os convidados confirmados. 

Maria José Menezes – Núcleo de Consciência Negra na USP
Xênia Eric Estrela França – Cantora
Andreia de Jesus – Deputada Estadual eleita – Muitas – Psol MG
Deputada Leci Brandão – Cantora e Deputada Estadual eleita – PCdoB – SP
Erica Malunguinho – Aparelha Luzia – Dep. Estadual eleita – Psol SP
Douglas Belchior – Professor da Uneafro Brasil

 

Serviço

Data: Quinta feira – 18 de Outubro

Horário: 19h00

Endereço: Teatro Oficina – Rua Jaceguai 520 – Bixiga – SP

Mais informações em: https://www.facebook.com/events/280815155975246/?ti=cl

Categorias
Agenda O quê que tá pegando?

Alma Preta promoverá curso de mídias voltado para a cultura afro-brasileira neste sábado

 

Neste sábado, 9/6, das 9h às 16h, o Alma Preta promoverá um curso de mídias negras no Lab Hacker, que fica na Rua Alfredo Maia, 506, bairro da Luz, em São Paulo. A inciativa é destinada aos interessados na produção de conteúdo relacionado à cultura afro-brasileira e abordará, com um recorte histórico, temas sobre o panorama político, histórico e técnico de mídias negras.

O pioneirismo da mídia negra, que foi uma das primeiras vertentes da imprensa a tratar o discurso crítico e em defesa aos negros no país, também será trabalhado no curso. Além disso, a iniciativa valorizará os jornalistas da imprensa negra sempre fizeram um contraponto à atuação da imprensa hegemônica no que diz respeito à violência discursiva contra a população negra.

Os facilitadores na parte da manhã serão os jornalistas Flávio Carrança e Cinthia Gomes, ambos integrantes da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (COJIRA). No período da tarde, a dupla será formada pelo professor Dennis de Oliveira (ECA-USP) e a doutoranda da ECA-USP, Tatiana Oliveira.

A inscrição para o curso de mídias negras custa R$ 60 e pode ser realizada por meio do preenchimento deste formulário, no qual constam informações sobre dados bancários para pagamentos. Em caso de dúvida, basta enviar um e-mail para [email protected] Para mais informações, acesse o evento criado no Facebook.

movimentosAs inscrições para o curso de mídias negras, atividade organizada pelo Alma Preta, estão abertas. A formação será realizada em 9 de junho (sábado), das 9h às 16h, no Lab Hacker (rua Alfredo Maia, 506, Luz, São Paulo).

 

 

Conheça, participe e ajude fortalecer o movimento negro brasileiro Acesse: Uneafro Brasil

Categorias
Agenda O quê que tá pegando?

“Jovens Promotores de Direito Antidiscriminatório” terá segundo módulo neste sábado, 26/5

A Uneafro Brasil, União de Núcleos de Educação Popular para negras e negros, e a Classe Trabalhadora, movimento social que organiza cursinhos comunitários e populares, em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT-SP) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT), realizarão a segunda aula do projeto “Jovens Promotores de Direito Antidiscriminatório” gratuita neste sábado, 26/5, das 9h às 14h, na sala dos estudante da Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco , em São Paulo.

Com o tema “A luta contra o racismo e a defesa da democracia”, o segundo módulo do curso abordará questões que envolvem a igualdade racial e os direitos humanos. A aula será aberta ao público em geral, principalmente para os estudantes de cursinhos populares, de escolas públicas, ativistas e universitários interessados na temática. O número de vagas é limitado por conta do espaço do auditório. Para garantir sua inscrição, basta preencher este formulário.

O evento contará com uma aula da advogada Maria Sylvia, presidente do Geledés Instituto da Mulher Negra e vice-presidente da Comissão da Verdade sobre a Escravidão da OAB/SP, e do mestre em Sociologia Muryatan Barbosa, da Universidade Federal do ABC.

 

Conheça o projeto

O curso visa fortalecer o protagonismo juvenil, a conscientização para a questão étnico-racial, de gênero, diversidade, combate ao trabalho infantil e denúncia de discriminação e assédio no trabalho. O projeto conta com professores do campo jurídico e de movimentos sociais. Segundo Elisiane Santos, Procuradora do Trabalho e Vice Coordenadora de Combate à Discriminação no Ministério Público do Trabalho em São Paulo, a parceria desses movimentos é uma importante ferramenta para romper as barreiras do mercado de trabalho e do espaço acadêmico. “Embora tenhamos avanços com a implementação das cotas raciais nas universidades, ainda há muito a ser trilhado”, explica.

Para o coordenador e professor voluntário da Uneafro, Cleyton Borges, o projeto busca radicalizar a formação política dos participantes por meio de uma perspectiva crítica e engajada. “Para nós que atuamos nos cursinhos populares, a educação e o estudo sempre estão ligados a uma luta concreta e também à necessidade de nos mobilizarmos enquanto movimento social. Por isso, o novo curso terá conteúdos teóricos e práticos ligados ao enfretamento das discriminações”.

A procuradora do Trabalho Valdirene Silva de Assis entende que o projeto não beneficia apenas o aluno: “O investimento na capacitação de jovens promotores é uma medida muito importante, pois esses estudantes serão multiplicadores de conhecimento. E isso se reverte em proveito deles e de toda coletividade na qual eles estão inseridos”, comenta.

 

Conheça, participe e ajude fortalecer o movimento negro brasileiro Acesse: Uneafro Brasil

Categorias
Agenda

Espelho: Lázaro Ramos entrevista Douglas Belchior

Lázaro é um cara de talento, bem sucedido na carreira e que tem plena consciência política do que é ser preto no Brasil. O programa foi gravado em novembro passado. Falamos muito de política. De lá pra cá, as coisas esquentaram, a conjuntura mudou… mas, ainda assim, acho que é um papo que vale a penar acompanhar

Categorias
Agenda Atos Noticias racismo

PROTESTO CONTRA O RACISMO NO COLÉGIO ANHEMBI-MORUMBI

“Meu cabelo é crespo! Meu cabelo é livre! Abaixo o racismo!”

Próxima terça-feira, 13 de Dezembro, 14 horas
Em frente ao Colégio Internacional Anhembi-Morumbi

ENDEREÇO:

Rua Michigan, 962 – Itaim Bibi – SP (Trav. da Avenida Sto Amaro)
VEJA O MAPA:

Exibir mapa ampliado

Vamos à luta, Mulheres e Homens, de todas as cores, com nossos cabelos livres !!!!

Pela efetivação da Lei 10.639 em escolas públicas e privadas JÁ !
Por reparações e indenizações às vítimas de Racismo!
Por Punições ao não cumprimeito da Lei 10.639 !

ASSISTA A DENÚNCIA NO JORNAL NACIONAL:
http://g1.globo.com/videos/jornal-nacional/t/edicoes/v/policia-investiga-denuncia-de-racismo-contra-estagiaria-de-colegio-em-sao-paulo/1723178/

Categorias
Agenda

Juventude Negra: Preconceito e Morte