Categorias
Igualdade racial Indígena

Douglas Belchior e Sonia Guajajara realizam Tarde de Luta Afro-Indígena em Itaquera – SP

 

Evento, que ocorre neste sábado (7), às 12h, na APEOESP Itaquera, será um espaço para conversa, troca cultural e organização política

Facebook: https://www.facebook.com/events/208792849956354/

Por Douglas Belchior

Há uma necessidade urgente no próximo período eleitoral: levar para Brasília a representação negra e indígena brasileira e potencializar o enfrentamento ao golpe e aos retrocessos impostos pelo governo Temer. Não é possível que continuemos assistindo o país ser governado por homens brancos e ricos e com nula participação dos seguimentos constituintes do nosso país.

Douglas Belchior, pré-candidato a deputado federal, e Sonia Bone Guajajara, pré-candidata a vice-presidência, convidam todas e todos para uma tarde de conversa neste sábado (7) na APEOESP de Itaquera, em São Paulo. Além do bate-papo, o evento ainda contará com delicioso almoço e rica programação musical.

Em celebração aos 40 anos de criação do Movimento Negro Unificado (MNU), que também é comemorado no dia 7 de julho, a Tarde de Luta afro-indígena fará uma homenagem ao MNU por meio de sua integrante Regina Lúcia, que estará presente no evento.

Os pré-candidatos Áurea Carolina, Lucas Landin, Ana Mielke, Érica Malunguinho, Wlisses Daniel e João Zafalão fazem parte do time de convidados para o evento.

Para celebrar esse encontro, as atrações musicais vão ficar por conta dos grupos: Jongo dos Guaianas, Samba das Pretas, Dolores Boca Aberta, Cordão Carnavalesco Boca de Serebesque e Renato Gama. Participe!

 

Serviço

Local: APEOESP Itaquera

Horário: A partir das 12h

Endereço: Rua Colonial das Missões, 204 – Vila Carmosina – SP

Próximo Estação de Trem Dom Bosco

 

Saiba mais sobre  Pré-Candidatura:

#SomosMaioria Aceitamos encarar o desafio!

Vamos disputar uma vaga para Deputado Federal por São Paulo, em Brasília. Vamos enfrentar o golpe, recuperar os diretos sociais, barrar o genocídio negro e lutar por reparação histórica para a população negra, indígena, periférica, pelas mulheres, pela população LGBT+ e por todas e todos que sofrem com as opressões históricas daqui. Muitas apoiadoras e apoiadores que ajudam a construir o nosso projeto assinaram o Manifesto #PelaVidaPorDireitos. Leia e assine o documento que é o nosso compromisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code